Curta a página do QLA no Facebook

18 de fev de 2014

O crente é um otário?


A palavra otário vem de um animal – uma espécie de foca sem pedigree, por ter pavilhões auditivos visíveis. Ela é uma foca bem pesada e lenta. É encontrada no Atlântico Sul.

Por outro lado, é tida como um animal com enorme grau de burrice. Assim, a palavra OTÁRIO foi incorporada ao lunfardo (gíria argentina) para designar uma pessoa simplória, fácil de ser enganada.

Com o tempo, esse termo passou  a associar-se com pessoas HONESTAS e de BOA ÍNDOLE.

Se você é desonesto e corrupto, então é esperto, ágil e vivido. Por outro lado, se você é sincero e procura fazer as coisas em conformidade com os valores morais e verdadeiros, então é considerado OTÁRIO pelo mundo.

Você já percebeu, que quando alguém conta que conseguiu enganar o outro e aproveitou da ingenuidade e do desconhecimento dele, esse é considerado a pessoa ELOGIÁVEL, enquanto que o outro, um OTÁRIO pelo mundo?

Precisamos zelar por aquilo que é verdadeiro, justo, correto e que agrada o coração de Deus, mesmo que venham a nos chamar com esse jargão!

A questão é sermos sábios para a vida, mas segundo a direção de Deus e não segundo a filosofia desse mundo... que usurpa... que corrompe, e que procura destruir o caráter.

Seja fiel às coisas de Deus, mesmo que o mundo lhe condene por isso. Paulo dizia: O que importa a mim? Agradar os homens ou a Deus?

Que possamos honrar e glorificar o nome do Senhor nosso Deus com as nossas atitudes, com as nossas ações, com o nosso caráter, em meio ao nosso ir e vir!

No exemplo daquele que primeiro nos amou, Danilo Dias.


Texto retirado do livro "40 dias orando com a família" de Marcos S. Calixto.
Postar um comentário

Deixe o seu comentário