Curta a página do QLA no Facebook

30 de dez de 2012

Pecado ou Problema?

Olá amigos, adoradores, servos, irmãos em Cristo em todas as nações.

Hoje trago em pauta um assunto que tem sido mais presente em nossas vidas do que possamos imaginar, assunto este que acompanha a humanidade desde os dias dos nossos pais Adão e Eva. Pecado ou Problema? Este texto a seguir foi retirado do livro "Homem que é homem..." de Edwin Louis Cole.
“Nesta nossa era moderna não temos mais pecados, não. Temos problemas. Adotamos uma visão psicológica do evangelho e nesse processo eliminamos a palavra pecado de nosso vocabulário.

Hoje em dia não falamos mais sobre pecados; falamos sobre problemas. É mais conveniente chamá-los de problemas, porque não precisamos tomar nenhuma providência. Se alguém tem um problema, os outros sentem pena dele, ou adotam uma atitude compreensiva, ou então ele procura a ajuda de um médico ou psicólogo, e pronto. Mas se falarmos em pecado, aí já temos de nos arrepender dele e abandoná-lo.
Não foi a toa que Freud quis acabar com essa palavra. Nós modernizamos a linguagem bíblica, e nesse processo evitamos encarar nossos pecados. E com isso não tomamos as providências necessárias para a solução deles. De uma forma ou de outra, todos os nossos problemas são causados pelo pecado. Portanto, para a humanidade solucionar os seus problemas, ela precisa de um Salvador. E foi precisamente por esse motivo que Deus enviou Jesus Cristo ao mundo, para morrer pelos nossos pecados, e propiciar-nos a solução de nossos problemas.” (Edwin L. Cole)
A TRISTEZA SEGUNDO O MUNDO É A QUE SENTIMOS AO SABER QUE NOSSO PECADO FOI DESCOBERTO. A TRISTEZA SEGUNDO DEUS É A QUE SENTIMOS POR HAVER ERRADO. E ELA VEM ACOMPANHADA DO DESEJO DE REMOVER ESSE PECADO DE NOSSA VIDA. [REFLITA SOBRE ISSO].
Estamos sendo enganados, sendo levados a pensar que temos problemas e não pecados. A sabedoria humana tem mutilado a verdade do evangelho. No que diz respeito ao pecado, a diferença entre a sabedoria humana e a divina é que a primeira tende a encobri o pecado. Foi o que Adão tentou fazer no jardim do Éden. Primeiro, ele o fez com um gesto simbólico, quando tentou ocultar sua nudez. Mas em seguida passou do símbolo ao fato: na tentativa de encobrir o seu pecado, e justificar-se jogou a culpa em Eva. "Esconda-se. Ponha a culpa em outro", diz a sabedoria humana. Há uma enorme distância entre a sabedoria divina e a humana. O homem com sua sabedoria carnal elaborou seu próprio sistema de valores para satisfazer seus desejos.
"Quem entre vós é sábio e entendido?" indaga a Bíblia. "Se, pelo contrário, tendes em vosso coração inveja amargurada e sentimento faccioso, nem vos glorieis disso..." (Tiago 3:13,14.) "A sabedoria, porém, lá do alto, é primeiramente pura; depois pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento." (Tiago 3:17)
Essa é a sabedoria divina. A sabedoria humana - que apregoa que cada um deve viver como quer - nunca irá conduzir-nos à terra de Canaã. Enquanto não recebermos a sabedoria divina nenhum de nós atingirá o máximo de seu potencial. Para que o evangelho fosse pregado, foi preciso que Jesus Cristo morresse. ESSAS VERDADES TÊM IMPLICAÇÕES ETERNAS. 
A pessoa que não busca em vida a solução para os seus "problemas", e então passa à eternidade sem Cristo, não vai encontrar a solução de última hora, não. Aí ela irá reconhecer a seriedade do pecado - mas será tarde demais.' [reflita sobre isso]
- Uma palavra poderosíssima da parte de Deus aos nossos corações! Pecado é pecado e não problema. É tempo de arrependimento! O arrependimento precede o Avivamento, a mudança, a transformação, o reproduzir da imagem de Cristo em nós.
“Se o meu povo que se chama pelo meu nome se humilhar, e orar, e se arrepender dos seus maus caminhos, Eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra.” (2Crônicas 7:14)
“Santificai-vos, pois amanhã fará o Senhor grandes coisas no meio de vós”. (Josué 3:5).
Lança-te aos pés do Pai, ele te erguerá e te colocará em seus braços e cuidará de Ti. SANTIDADE SERÁ A CANÇÃO DO MEU CORAÇÃO! 

Danilo Dias.

Postar um comentário

Deixe o seu comentário